Receba as novas notícias no seu email

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Tema 313 – Parte 2 - Novidades do congresso sobre NF: medindo o crescimento dos neurofibromas cutâneos

Tenho afirmado neste blog que a falta de um método confiável para a medida do crescimento dos neurofibromas cutâneos é uma das dificuldades que existem para o desenvolvimento de medicamentos capazes de impedir o aparecimento e aumento dos neurofibromas cutâneos ou mesmo diminuir seu tamanho.

No recente congresso sobre NF de 2017 em Washington, a pesquisadora Ashley Cannon do grupo do Dr. Bruce Korf da Universidade de Alabama em Birmingham, apresentou o primeiro estudo a mostrar uma história natural dos neurofibromas cutâneos. Veja abaixo a tradução livre do resumo em vermelho.

“Uma característica fundamental da NF1 é o desenvolvimento de neurofibromas cutâneos localizados. Eles se manifestam em 99% dos adultos com NF1 e são responsáveis pelos principais efeitos negativos da NF1 sobre a qualidade de vida. 

Estudos anteriores correlacionaram o crescimento dos neurofibromas cutâneos com a idade e gravidez, mas os dados longitudinais (ao longo do tempo) que dispomos ainda não são suficientes para que possamos construir uma história natural quantitativa destes tumores. 

O objetivo deste estudo é observar ao longo de um determinado tempo 22 adultos com NF1 usando medidas confiáveis para quantificar o número e o tamanho de seus neurofibromas cutâneos.

Ao longo de 8 anos de pesquisa, o volume (tamanho) dos neurofibromas cutâneos cresceu 2,3 vezes nas costas, 1,5 vezes no abdome e 1,4 vezes nos braços e pernas. O número de neurofibromas no mesmo período aumentou 3,2 vezes nas costas, 1,8 vezes no abdome e 0,4 vezes nos braços e pernas. 

Em conclusão, o estudo mostrou que os neurofibromas cutâneos aumentaram significativamente em número e tamanho ao longo de 8 anos na vida adulta, apesar de variações deste crescimento entre as regiões do corpo. ”

Agora, vamos aguardar a publicação do artigo científico completo para conhecermos em detalhes as técnicas de medida dos neurofibromas cutâneos.